Home | Artistas | News | Serviços | Contato

WALDOMIRO SANT'ANNA

Trabalhos | Filmes | Histórico

BIOGRAFIA

artista            

Waldomiro Sant’Anna cursou a Faculdade de Belas Artes de São Paulo na década de setenta..

Dedica-se a pintura há mais de trinta anos, tendo participado de inúmeros Salões de Arte, sendo premiado em vários deles. Exposições coletivas e individuais no Brasil e exterior somam-se à sua intensa busca por aprimoramento de sua arte, dividida entre pesquisa, estudo e prática em seus dois estúdios (São Paulo e Ribeirão Preto).

O tema de seu trabalho é o homem e o seu dia a dia, suas paixões, suas angústias, suas alegrias, seus sonhos...

Tela Tarde de Domingo Ensolarada

Waldomiro possui um estilo que pode ser classificado como figurativo moderno ou expressionismo lírico como concluiu Pedro Manuel Gismondi.

Atualmente é representado por galerias do Brasil, França, Portugal e Espanha.

Tem seu trabalho registrado nos livros BRAZILIAN ART BOOK, THE ART BOOK BRAZIL (figurativos), DEZ ARTISTAS DO BRASIL, A ARTE DE WALDOMIRO SANT’ANNA (registro com mais de 300 de seus trabalhos).

Suas obras podem ser encontradas em diversas coleções particulares e são admiradas por amantes da arte no Brasil, Europa, Estados Unidos e América latina.

TEXTOS CRÍTICOS

“Quem mesmo é que ele lembra? A gente não consegue deixar de se perguntar quando vê um quadro de Waldomiro Sant’Anna. Mulheres que nos recordam Di Cavalcanti, garotos que parecem citações de Portinari, aqui um sonho surreal à Chagal, ali uma geometria picassiana. Contudo, lá está ele, único, especial, com cores discretas como uma dessas moças pudicas de antigamente, formas que se definem ou se escondem, ao sabor da necessidade da composição, temas que se repetem como variações de Bach, sempre diferentes na sua semelhança. Waldomiro das festas, dos músicos, das mulatas, das crianças, das brincadeiras de rua, da sensualidade extrema, porque sob as vestes enganosas da discrição. Waldomiro é modesto. Sua obra não é”.

Prof. Dr. Jaime Pinsky


"Lirismo em telas

Há artistas que podem ter sua criação em parte decifrada pela visão atenta de uma tela. É o caso de Waldomiro Sant’Anna, pois cada imagem criada é um exercício lírico com uma poética em que predomina a delicadeza a visão da vida com uma mescla intrigante entre credulidade e desilusão.

Paisagens urbanas de um domingo à tarde no interior paulista, com pessoas andando de bicicleta e casais namorando junto a janelas são o retrato harmonioso de uma vida que passa sem deixar cicatrizes, mas, também, sem gerar grandes emoções, numa temperatura amena e modorrenta.

Essa habilidade do artista, nascido em Itápolis, interior de São Paulo, em 1952, de mesclar a ansiedade do ser metropolitano à característica observadora do habitante do interior se faz muito presente nas cenas da capital paulista em que pessoas observam paisagens geométricas de casas e edifícios

O ludismo de brincadeiras infantis é muito presente, e as imagens das crianças surgem em movimentos contidos, nos quais as formas de jovens integram-se ao ambiente retratado, convidando o observador a considerar quem brinca e o universo circundante como um só material pictórico.

A mesma habilidade é evidenciada quando o tema é a leitura. Jovens ou casais lendo são retratados como totalmente embebidos naquilo que estão fazendo e, principalmente, como elementos coparticipantes dos cenários em que estão. Leitor, livro e ato da leitura fundem-se harmoniosamente, de modo que personagem criado e criador começam a se mesclar.

Sant’Anna obtém esse tipo de efeito em seus quadros sobre música, seja quando mostra pífaros, violões, bandas do interior, flautistas ou jovens fazendo serenatas para amadas. As cores das telas funcionam com a harmonia de uma partitura musical. É possível ouvir a palheta utilizada pelo artista paulista, radicado em Ribeirão Preto, SP.

Cores terrosas, com uma gradação muito pessoal, adaptam-se às mais variadas situações. Mesmo quando as cores quentes entram no quadro, são aplicadas com parcimônia. Refletem aspectos da vida tratados com a mesma singeleza que um poeta dedica a sua musa.

A poesia de um casal se beijando junto a um poste numa pequena cidade define bem a forma de pintar de Waldomiro Sant’Anna. Seus músicos e cores não gritam, mas sussurram com delicadeza como véus a se espalharem pelas salas de exposições. Seu poder de encantamento está no reino das sugestões, onde cada pequeno detalhe e nuance de cor é um convite a uma observação sutil e participante, plena de um sentido adquirido aos poucos, sem pressa, como um longo beijo embaixo do farol semiapagado de uma praça centenária, plena de líricas histórias e esmaecidas recordações".

Oscar D’Ambrosio (jornalista, é mestre em Artes Visuais pelo Instituto de Artes (IA) da UNESP, campus de São Paulo e integra a Associação Internacional de Críticos de Arte (AICA-Seção Brasil)


HISTÓRICO

1971

  • Individual no XI Festival de Zequinha de Abreu - Santa Rita do Passa Quatro, SP

1974

  • Gradua-se na Faculdade de Belas Artes de São Paulo, SP

1972

  • Individual no XII Festival de Zequinha de Abreu - Santa Rita do Passa Quatro, SP

1973

  • Individual no Salão de Arte Jovem, União Cultural Brasil EEUU - Santos, SP

1974

  • Individual no XIV Festival de Zequinha de Abreu - Santa Rita do Passa Quatro, SP

1975

  • Individual no Hotel Blak Stren - Secretaria da Cultura de Ribeirão Preto, SP
  • Individual no Paço Municipal de Osasco, SP
  • V Salão Nacional de Arte Universitária - U.F.M.G. - Belo Horizonte, MG
  • I Salão de Arte de Ribeirão Preto - SARP

1976

  • Três Artistas, Ateliê Arteviva - São Paulo, SP
  • Mostra  Acervo da Galeria Alberto Bonfiglioli - São Paulo, SP
  • Bienal Nacional - São Paulo, SP

1977

  • Individual na Galeria de Fábrica, SESC Pompéia - São Paulo, SP
  • Dois Artistas, Artemuseu - Londrina, PR
  • Mostra Associação Brasileira de Defesa da Vivência Urbana - São Paulo, SP

1978

  • Individual no SESC Ribeirão Preto, SP
  • Os Artistas da Vila de Osasco - SESC de Ribeirão Preto, SP
  • Cinco Artistas da Universidade de Londrina, SP
  • Primeiro Lugar no III Salão Internacional de Artes Plásticas da Vila Maria - São Paulo, SP
  • Prêmio Aquisição no III Salão das Artes Plásticas de Jacarézinho, PR
  • Salão do Mini Quadro Artemuseu - Londrina, PR

1979

  • Individual no Automóvel Clube Paulista - São Paulo, SP
  • Individual Vila dos Artistas - Osasco, SP
  • IV Salão de Arte de Ribeirão Preto, SP

1980

  • Feira Nacional de Artesanato no Anhembi - São Paulo, SP
  • Itinerante Artemuseu - Londrina, PR
  • I Encontro Londrinense de Artistas e Arte Educadores - Londrina, PR
  • III Salão de Arte Visual do Norte Paranaense - Londrina, PR

1981

  • Individual na Itaugaleria - Ribeirão Preto, SP
  • Vila dos Artistas de Osasco, SP
  • Mostra Brasil - Peru, Biblioteca Mário de Andrade - São Paulo, SP
  • Dois Artistas - Londrina, PR

1982

  • Reunião O.A.B. - Ribeirão Preto, SP
  • Quatro Artistas, Galeria Arte Novo Senac - Ribeirão Preto, SP
  • Coletiva na Itaugaleria - Ribeirão Preto, SP
  • II Salão de Artes Plásticas de Araraquara, SP
  • Salão de Artes de São José dos Campos, SP
  • Prêmio Aquisição Conjunto de Obras VIII Salão de Arte de Ribeirão Preto, SP

1984

  • Coletiva na Itaugaleria São Paulo, SP
  • Coletiva no Paço das Artes -São Paulo, SP
  • I Salão Nacional de Artes Plásticas de Alphaville, SP
  • Prêmio Aquisição IX Salão de Arte de Ribeirão Preto, SP
  • Sala Especial na Mostra Comemorativa ao Cinquentenário de Londrina, PR
  • Menção Honrosa, Salão de Matão, SP

1985

  • Individual na Galeria Jardim Contemporâneo - Ribeirão Preto, SP
  • Figuras, Galeria SENAC - Ribeirão Preto, SP
  • Pequenos Formatos, Strean Palace Hotel - Ribeirão Preto, SP
  • Artistas de Ribeirão Preto no Acervo do SESC - Ribeirão Preto, SP
  • Homenagem Especial X Exposição de Arte Simonense - S. Simão, SP
  • Medalha de Ouro no Salão de Artes de Araraquara, SP
  • Menção Honrosa no Salão de Arte de Presidente Prudente, SP
  • Menção Honrosa no Salão de Arte de Cravinhos, SP
  • Menção Honrosa no Salão de Arte de Penápolis, SP

1986

  • Tai Pei Arts Museum - Taiwan, China
  • Individual Galeria Nather - Ribeirão Preto, SP
  • Ateliê Albatroz, Centro Cultural Marcelo Grassmann - São Simão, SP
  • Ateliê Albatroz, Galeria Nather - Ribeirão Preto, SP
  • Reabertura da Itaugaleria - Ribeirão Preto, SP
  • Exposição Beneficente Galeria Jardim Contemporâneo - Ribeirão Preto, SP
  • Prêmio Internacional de Artes Plásticas - São Paulo, SP
  • Salão de Arte de Araraquara, Hour Concour (membro do júri), SP
  • Salão de Arte de São Simão, Hour Concour (membro do júri), SP
  • Prêmio Paleta Internacional, Brasil Extremo Oriente - São Paulo, SP

1987

  • Individual na Itaugaleria - Ribeirão Preto, SP
  • Tema Junino na Itaugaleria - São Paulo, SP
  • Artistas de Londrina, Pés Vermelho - Londrina, SP
  • 3 de Ribeirão Preto na Itaugaleria - Ourinhos, SP
  • Salão de Arte de São Simão, Hour Concour, SP
  • Salão de Arte de Piracicaba, SP
  • VI Salão de Arte Contemporâneo de Marília, SP

1988

  • Individual Museu Zéquinha de Abreu - Santa Rita do Passa Quatro, SP
  • Waldomiro Sant’Anna e Francisco Amêndola, Galeria de Arte Banestado - Londrina, PR
  • Individual na Galeria Arte e Espaço - Araraquara, SP
  • Individual no Salão Nobre IV Centenário - São Paulo, SP
  • Salão Nacional de Jundiaí, SP
  • Individual no Espaço Cultural Eduardo Figueiredo - Ribeirão Preto, SP

1993

  • Ateliê Galeria, Ribeirão Preto, SP

1994

  • Individual na Galeria Portal - São Paulo, SP
  • Individual no CITIBANK - São Paulo, SP
  • Individual no C.C.B.U. - Santos, SP
  • Individual na Caribé Escritório de Arte - São Paulo, SP
  • Painéis Temáticos para B M F - São Paulo, SP

1995

  • Artexpo - Las Vegas, Nevada - EEUU
  • Coletiva - Caribé Art, São Paulo, SP

1996

  • Individual Alkadim Arte e Antiguidade, Araraquara, SP

1997

  • Conjunto de Painéis para Documenta / Hospital São Francisco - Ribeirão Preto, SP
  • Coletiva “15 Artistas Brasileiros Interpretam Bebidas e Sucessos” - Caribé Escritório de Arte - São Paulo, SP

1998

  • Individual no Museu de Arte de Ribeirão Preto / MARP - Ribeirão Preto, SP
  • Coletiva Galeria Moldurarte - Ribeirão Preto, SP
  • Coletiva Sociedade Hípica de Ribeirão Preto, SP

2000

  • Coletiva para Lançamento do Livro BRAZILIAN ART BOOK-I / Start Galeria - Ribeirão Preto, SP
  • Coletiva 13th INTERNATIONAL SANTOS COFFEE SEMINAR - Santos, SP

2003

  • Individual  Fundação Eurípedes Rezende-Universidades de Marilia, SP
  • Individual Associação Paulista de Medicina de São Paulo, SP
  • Coletiva Biblioteca Antônio Botto em Abrantes-Portugal
  • Coletiva Lançamento do livro BRAZILIAN ART BOOK-IV/ Rio de Janeiro e Belo Horizonte, MG.

2004

  • Coletiva Galeria Municipal de Abrantes - Portugal
  • Coletiva Forte São Francisco em Chaves - Portugal
  • Coletiva Galeria Municipal de Porto Alegre - Portugal
  • Coletiva Casa do Brasil Pedro Alvarez Cabral em Santarém - Portugal
  • Individual Forte São Francisco em Chaves - Portugal.

2005

  • Individual na Galeria do Hotel Intercontinental -São Paulo, SP
  • Individual no Atrium de Chaville em Paris - França
  • Apresentação da obra para o mês de setembro para o calendário oficial do ano do Brasil na França

2006

  • Três artistas no BNP Paribas - São Paulo, SP
  • Exposição de lançamento do livro “Dez artistas do Brasil” no BNP Paribas - São Paulo, SP
  • Artista Convidado livro: The Art Book Brasil Figurativos. Lançamento 11 de dezembro - São Paulo, SP

2007

  • Individual -15 Anos da Galeria Z&Z - Camboriú, SC

2008

  • Exposição Coletiva-Oscar Galeria de Arte - Portela - Portugal

2009

  • Exposição Coletiva de inauguração ALLART GALLERY - Lisboa - Portugal
  • Exposição Individual Galeria de Artes Jacques Ardies
  • Exposição Coletiva Mês da Cultura Brasileira nas Ilhas Canárias - Espanha

2010

  • Criação e execução Painel Cerâmico “Tributo a Zéquinha de Abreu” medindo 3m de altura por 9m de largura, instalado na praça matriz de Santa Rita do Passa Quatro, SP

2012

  • Exposição Theatro Pedro II - Feira Nacional do Livro - Ribeirão Preto, SP.
  • Lançamento do livro “A ARTE DE WALDOMIRO SANT’ANNA” (com mais de 300 fotos de trabalhos do artista) pela Editora Decor

2014

  • Exposição individual Carré d’Artistes em Utrecht - Holanda
  • Inauguração do Espaço Expositivo Waldomiro Sant’Anna em Ribeirão Preto, SP
  • Exposição individual no Clube Atlético Paulistano - São Paulo, SP

2015

  • Exposição no Clube Hípico de Santo Amaro comemorando o 80º aniversário do Clube

©2007-2017 Eduardo Esteves Arts Management  •  Todos os direitos reservados

 

eeam home